Valorize a sua fé e a sua juventude!

por José Davi Oliveira Silva
Publicado em 31/10/2021

As Escrituras Sagradas trazem preciosas instruções para os jovens. No Salmo 119, o salmista faz uma pergunta importante e propõe uma resposta que é excelente e muito correta: “De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando- o segundo a tua palavra.” (Salmos 119:9). Ele preocupa-se com o caminho que o jovem trilhará, por isso, o orienta a observar a palavra do Senhor, pois assim o jovem poderá andar em pureza e santidade, exercendo uma vida piedosa conforme as Escrituras ensinam.

Não somente no âmbito acadêmico, mas também quando é inserido no mercado de trabalho, o jovem se encontra rodeado de informações, diversas cosmovisões e convites que tem por intuito afastá-lo dos caminhos do Senhor. Esses convites muitas vezes são recheados de mentiras e inversões de valores, eles são travestidos de intelecto e inovação, mas buscam minar a fé do jovem e destruir os princípios bíblicos que lhe foram ensinados no âmbito familiar e eclesiástico. Contudo, o jovem que observa a palavra do Senhor e o busca de todo o coração e com entendimento, será orientado a como deve guardar os Seus mandamentos, desfrutando do privilégio de viver plenamente e compartilhar do Evangelho de Cristo. Esse jovem possuí uma fé genuína, verdadeira e prática, sabe defender os seus valores e não perde seu tempo com assuntos sem valor e relevância, descartando os manjares oferecidos, resoluto em não se contaminar!

Entendo que, assim como o salmista, a Igreja deve preocupar-se não somente em como alcançar o jovem, mas especialmente como ajudá-lo a guardar o seu caminho!

Vivemos dias em que não é raro pessoas afirmarem que ter fé em Cristo é assinar atestado de óbito intelectual. O cristianismo, no entanto, oferece uma fé verdadeira, inteligente e profunda, pois como ensina o pastor e teólogo britânico John Stott: “Crer é também pensar”. Em linha com a fala de John Stott, o pastor e teólogo Augustus Nicodemus disse: “Jesus morreu para tirar o nosso pecado e não a nossa inteligência”. Intelecto aguçado e desenvolvido é algo que anda junto, lado a lado e de mãos dadas com uma fé madura e profunda!

A Igreja deve investir em ensinamento bíblico fiel e profundo com o jovem, demonstrando que ele pode ser feliz e completo servindo o Senhor, guardando seus mandamentos e andando em Seus caminhos. Ao invés de gastarmos tempo pensando em como atrair jovens para a Igreja por meio de tantas outras coisas que não a pregação e o ensino fiel do Evangelho de Cristo, devemos pedir que o Senhor guie a todos os pastores

e líderes, para que tenhamos fidelidade e amor às Escrituras, somente desta forma poderemos investir tempo e recursos em formar discípulos verdadeiros que amam a Cristo e Sua poderosa palavra. Devemos pedir para que tenhamos humildade e amor no ensino e nos relacionamentos, criatividade nas formas, olhos atentos para entender e atender, alcançar, discipular e desafiar a nossa geração para uma vida de significado em Cristo aqui e agora, mas também com o olhar no lá e além! O apostolo Paulo em sua primeira carta ao seu amado discípulo Timóteo o exorta a observar qual é o foco do ministro, manter-se firme na oração (1Tm 2:1), expor as Escrituras (1Tm 4:6), ensinar e ordenar (1Tm 4:11) a doutrina do Evangelho.

Podemos sim ser jovens e plenamente satisfeitos e felizes com Cristo! Jovem, não desperdice o seu tempo e vigor com o que não edifica, invista tempo em conhecer a palavra do Senhor para que você possa aplicá-la na sua vida e na vida de muitas outras pessoas. Creio que Deus tem levantado jovens maduros na fé, cheios do Espírito Santo e comprometidos com o Reino de Deus! Eu sou um deles, e você?

Compartilhe em suas redes sociais